Celso Giglio, de novo, está inelegível. Assim decide o Tribunal de Justiça de São Paulo

Abril 28
21:00 2015

O Tribunal de Justiça de São Paulo acaba de julgar recurso da Câmara Municipal de Osasco, e dá provimento em apelação sobre as contas do ex-prefeito Celso Antonio Giglio, ano de 2004, consideradas reprovadas pelo TCE/SP e confirmadas pelo Legislativo de Osasco. Lembrar que no  dia 26 de setembro de 2012,  o  juiz José Tadeu Picolo Zanoni, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Osasco, havia suspendido  os efeitos do decreto legislativo nº 31/2011, que rejeitou as contas do candidato à Prefeitura de Osasco, Celso Giglio (PSDB), relativas à sua gestão como prefeito do município entre 2001 e 2004. Agora com a decisão do TJ/SP, Celso Giglio volta se tornar inelegível.  Ainda cabe recurso ao STJ – Superior Tribunal de Justiça, onde o deputado estadual poderá ou não ser absolvido. Em 2012, Giglio disputou as eleições como candidato a prefeito de Osasco.  Em recurso julgado e negado por ministros do TSE – Tribunal Superior Eleitoral ele teve sua candidatura  e  votos considerados nulos, num resultado que o segundo colocado, Jorge Lapas (PT), foi considerado eleito.

Sobre o Autor

admin

admin