Pizzolato perde recurso e será extraditado para o Brasil

junho 04
12:49 2015

O Tribunal Administrativo Regional do Lazio negou nesta quarta-feira, 03, o recurso da defesa do ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, para que ele não seja extraditado e cumpra sua pena na Itália. Com isso, ele será extraditado para o Brasil. Pizzolato fugiu do país após ser condenado a 12 anos e 7 meses de prisão no julgamento do mensalão.

Ao ser extraditado, o ex-dirtor do BB vai cumprir pena na Papuda, no Distrito Federal. A informação foi confirmada pelo representante do Ministério da Justiça da Itália, Giuseppe Alvenzio. A defesa do condenado declarou que vai recorrer da decisão.

Como o tribunal rejeitou o recurso, o processo retorna ao Ministério da Justiça da Itália até que seja fixada uma nova data para a extradição de Pizzolato. A partir disso, o governo brasileiro terá o prazo de 20 dias para realizar a transferência do ex-diretor do Banco do Brasil. Nesse intervalo, a defesa pode entrar com novo recurso na 2ª Instância do Tribunal Administrativo.  (Jornal Estado de Minas)

Sobre o Autor

admin

admin