Brasileiro preso na Indonésia tem execução anunciada

 Extra!
Abril 25
13:47 2015

A informação é desta manhã, quando a família do paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte recebeu notícia oficial do governo da Indonésia. Ele está preso desde junho do ano passado, com 6kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ricky Gunawan é o advogado do brasileiro e foi o porta-voz da notícia à família.

A data não está confirmada, mas seguindo o protocolo da política de execução, os condenados são avisados com 72 horas de antecedência. Assim, tudo indica que Rodrigo Gularte pode ir para o paredão na terça-feira.

Ele está com 42 anos, e a família tem lutado para convencer a o governo de que Gularte tem esquizofrenia, tanto que o Procuradoria Geral da Indonésia fez os procedimentos de avaliação, ainda que sem divulgar o laudo.

Em janeiro teve a execução do carioca Marco Archer Cardoso Moreira, fuzilado sob condenação de tráfico de drogas. O governo da Indonésia não divulgou quais são, mas sabe-se que dez condenados estão no corredor da morte.

O anúncio das execuções foi feita hoje em Cilacap, cidade que fica a 400km da capital Jacarta. É na região de Cilacap que fica a prisão Nusakambangan, onde os condenados serão mortos.

O governo brasileiro tem emissários por lá, e os diplomatas vão conversar ainda hoje com Gularte. Apesar do anúncio oficial da execução, o advogado do preso entrará com último recurso na segunda-feira, reforçando que Gularte tem doença mental.

Na execução de Marco Archer em janeiro, outros seis presos foram fuzilados, e isso até gerou um impasse diplomático por parte do Brasil, quando a presidente Dilma Rousseff recusou as credenciais do representante indonésio no País. (Márcio Silvio)

 

Marco Archer foi fuzilado em janeiro e pela mesma condenação que agora pesa sobre Rodrigo Gularte.

Marco Archer foi fuzilado em janeiro e pela mesma condenação de Rodrigo Gularte.

Sobre o Autor

admin

admin