QG Notícias

TAUBATÉ, CAMPEÃO DA SÉRIE A3

 Extra!
maio 31
19:20 2015

Na partida de ida contra o Votuporanguense, na casa do adversário o Taubaté engoliu 3 a 0. No jogo de volta, as apostas de superação valiam, mas com aquele receio. Afinal, o time do Vale do Paraíba precisaria descontar uma boa diferença. E o jogo de volta rolou neste domingo frio e chuvoso. Para ser campeão o Taubaté tinha que golear. E não é que conseguiu o feito? Fez 4 a 0, indo para a festa do título da série A3 do Campeonato Paulista, mas num jogo dramático e decidido somente nos minutos finais.

Mas tudo dependia de marcar o primeiro gol logo. E aconteceu já aos 7 minutos – cruzamento pela esquerda e o atacante Lelo pega no jeito para fazer 1 a 0. Era o que o Taubaté precisava para abrir a porteira. A torcida já estava jogando junto e a pressão aumentou. Oito minutos depois tem cobrança de escanteio e o zagueiro Bruno Fandinho manda ver para explodir o segundo gol, colocando o Taubaté em rota de chegada.

O campo não ajudava, o tempo não ajudava, mas estava difícil para o Taubaté, a situação era ainda pior para o Votuporanguense que não encontrava a bola. Só no finalzinho do 1º tempo que o visitante chegou com perigo num chutaço de longa distância do lateral Willian, mas que parou na grande defesa do goleiro Ronaldo.

Apesar do sufoco da casa, o placar era favorável ao Votuporanguense. E mantendo o ritmo forte, dá-lhe Taubaté em busca do resultado no início da etapa final. Mas quem assusta primeiro foi o adversário, com bola na trave mandada pelo atacante Brunão.

Era Taubaté contra o Votuporanguense e contra o relógio. Mas o time da casa teve aquele up ao 8 minutos com a bola indo para as redes, quando o meia Bruno Soares divide com o goleiro Thiago Moraes e finaliza – mas a arbitragem anulou marcando falta do ataque. Se não foi legal para a torcida, valeu para aumentar o fogo do Taubaté, apesar de o Votuporanguense tratar de manter a bola circulando para frustrar a avanço adversário. Somente aos 28 minutos que o Taubaté voltaria a levar perigo, com a torcida já em pânico.

Pior que o Votuporanguense engrossou o caldo porque sentia que o título estava chegando. E por pouco não faz a festa, isso aos 31 minutos, não fosse o goleiro Ronaldo defender grande chute de João Victor – seria o único gol do alvinegro de Votuporanga, mas que valeria o troféu. Mas não aconteceu. Então, aos 41 minutos o estádio desaba com a chegada de Elton para fazer 3 a 0. Então o time foi para o tudo ou nada, e a pressão foi recompensada de forma dramática, já no último minuto, gol assinado por Bruno Fandino, gol do título.

Comandada pelo técnico Ito Roque, o Taubaté campeão formou com Ronaldo; Marlon, Léo, Bruno Fandinho e Wellington Carioca; William, Nildo, Rodrigo Soares e Danillo (Ferreira); Lelo (Elton) e Rafael Piauí (Gustavinho).

O heróico Votuporanguense, que não soube aproveitar as duas grandes chances que teve, é comandado por Marcelo Henrique e perdeu o título com Thiago Moraes; Afonso, Caio Cesar, Danilo Costa e Willian; Paulo Vitor, Paulinho (Tabarana), Paulo Josué e Victor Palito (João Victor); Brunão e Anderson Cavalo. (Márcio Silvio)

 

(FOTOS, Rodrigo Corsi)1956066444 1697787404 1630373379 1264717270 222365773 172011214 769223268 989725654 396777523 1531363969 1333457688 379578516 1959797074

Sobre o Autor

admin

admin