QG Notícias

Mestre traz arte marcial filipina a Osasco

 Extra!
março 27
17:07 2015

27. Eskrima

Não é a primeira vez que ele vem ao Brasil, mas essa é a oportunidade de ouro pro praticante de artes marciais da região conferir as técnicas filipinas, lutas mortais que serão apresentada pelo mestre Leonardo Pereira.

Ele representa o sistema Guba Doce Pares na América Latina, e no próximo dia 4 estará na Academia Núcleo Central de Artes Marciais, num evento promovido pelo mestre Wilson Cruz, do krav maga de Osasco.

O mestre é perito em várias técnicas de luta, praticante de artes marciais desde os 10 anos, quando entrou no taekwondo em Gobernador Virasoro, província de Corrientes, Argentina.

Avançando nessa luta coreana, o jovem Leonardo Pereira entrou no boxe e, aos 18 anos, mudou-se para Buenos Aires, onde encarou full contact, kickboxing e muay thai.

Hoje, o mestre é faixa-preta de alta patente nessas técnicas de trocação, vive há 10 anos em Israel, onde acrescentou os sistemas kapap e krav maga ao currículo.

Ele conta que o Doce Pares é um sistema de multilutas, pois envolve todas as técnicas – incluindo luta de chão, defesa pessoal e vale tudo.

Esse sistema está em propagação no Brasil, e a vinda do mestre tem a ver com isso. Ele vive em Israel, onde divulga o Doce Pares como um bloco que fecha com técnicas avassaladoras como kicboxing, muay thai, jiu-jítsu e MMA.

O Doce Pares tem por base eskrima, kali e  arnis (todas filipinas). Naturalmente, que a soma de todas essas técnicas só pode resultar num sistema de combate real explosivo.

O objetivo dessa luta são as situações imediatas de perigo urbano, especificamente. As técnicas são para defesa pessoal a curta, média e longa distância.

Mas é preciso já ter prática de arte marcial para entrar no Doce Pares? O mestre avisa que não, que o sistema é acessível a todo interessado, mesmo àqueles sedentários e que nunca pisaram num tatame, seja de qual idade for.

Em Israel, o argentino Leonardo Pereira, multimeste de artes marciais, vive em Nahariya, região da costa Norte de Israel, à beira do Mediterrâneo e próximo da fronteira com o Líbano.

Na linha genealógica, o mestre tem filiação com o grão-mestre Danny Guba, criador do Guba Doce Pares, que deixou as Filipinas em 1996 para viver em Londres. A capital britânica, portanto, é o berço ocidental da eskrima, kali e arnis, o tripé marcial filipino.

Mesmo estando em Israel, mestre Pereira é o representante Doce Pares na América Latina. E quando sai em turnê por esses países, o objetivo, além de ministrar cursos, é avaliar alunos, promover novos graduados e, principalmente, conferir os atletas de níveis mais avançados.

O curso em Osasco será na Academia Núcleo Central de Artes Marciais, avenida Santo Antônio, 503, Jardim Bela Vista. Telefones pra mais informações são os 98793-8811 e 97525-9940. (Márcio Silvio)

27. Mestre Leonardo Pereira1

Sobre o Autor

admin

admin