QG Notícias

Greve com metroviários e ferroviários está suspensa

maio 26
23:55 2015

Funcionários do Metrô e da CPTM decidiram, em assembleias realizadas na noite desta terça-feira (26), manter as negociações de reajuste salarial sem a realização de paralisações neste momento.

As duas categorias ameaçavam parar a partir da 0h desta quarta (27). Com as reuniões realizadas nesta noite, no entanto, elas marcaram para a próxima semana novas assembleias e, se não tiver avanço nas negociações, a greve.

No caso dos metroviários, a assembleia será na segunda (1º), com possibilidade de greve na terça (2). Já os funcionários da CPTM pretendem se reunir em nova assembleia na terça, com possibilidade de parar na quarta (3).

Os metroviários tiveram uma reunião de conciliação com a empresa na segunda (25) e o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) propôs um aumento de 8,82% à categoria –7,21% do IPC/Fipe (de maio) e mais 1,5% de reajuste real. O mesmo aumento seria aplicado para vale-refeição, vale-alimentação e PLR (Participação nos Lucros e Rendimentos).

O percentual é superior ao 7,21% proposto pelo Metrô e inferior ao reivindicado pelos funcionários, que apontam reajuste de 18,64%. Os representantes da empresa se comprometeram a discutir a proposta até a próxima semana, quando acontecerá uma nova audiência de conciliação.

“A proposta do TRT é insuficiente, mas dá para trabalhar. A gente gostaria que avançasse. Mas isso vai depender do [Geraldo] Alckmin (PSDB), do Metrô e a gente avalia na segunda-feira o que vamos fazer”, disse o presidente do sindicato Altino de Melo Prazeres.

O último reajuste salarial dos metroviários, de 8,7%, ocorreu no mês de junho do ano passado.  (Folha)

Sobre o Autor

admin

admin